sexta-feira, 17 de março de 2017

Lendas do Metal: UFO – No Heavy Petting

 
O quinto álbum da icônica banda inglesa UFO foi lançado no ano de 1976, e pela primeira vez adotam integralmente um tecladista na banda. Danny Peyronel (ex-Heavy Metal Kids) assume as teclas neste disco, além de participar na composição de algumas faixas.
O álbum abre com a classiquíssima Lights Out, uma pancada composta pelo trio Schenker, Mogg e Way. Com um riff introdutório matador e cativante de Michael Schenker, a música não só se tornaria o cargo chefe do álbum, como também um dos grandes clássicos da história do Metal. Em seguida vem “I'm a Looser”, composta pela genial dupla Schenker/Mogg, é um rockão com uma letra bastante depressiva – escrita por Phill Mogg – e uma linda intro mesclando violão e guitarra. O ponto alto desta música fica por conta do incrível solo de Schenker, unindo perfeitamente técnica, velocidade e feeling.
Can You Roll Her é a terceira música do disco. Composta por Peyronel, Mogg e o batera Andy Parker, um grande rock and roll com uma presença forte dos teclados de Danny e o virtuosismo de Schenker, colocando um solo rápido e preciso neste grande Hard Rock. Logo em seguida vem a balada Belladona, o vocal dramático de Mogg se destaca nessa música, dando força a letra deveras triste escrita por Phill. O belíssimo solo de Michael dá o arremate da
música, reforçando o seu tom melancólico. Em contraponto o lado A do bolachão finaliza com a pesada Reasons Love, mais uma da dupla Schenker/Mogg. Um riff devastador de guitarra e a voz rouca e forte de Mogg são marcantes nesta track, uma pequena amostra de como era genial a parceria entre os dois.
O lado B já abre com um baita rock and roll. Highway Lady, composta inteiramente pelo tecladista Danny Peyronel é uma daquelas músicas que você já começa a bater a cabeça logo nos primeiros acordes, impossível não parar o que está fazendo para ouví-la até o final. On With The Action continua com a sessão porradaria. Composta por Schenker, Mogg e Peyronel; tem uma das mais belas introduções do UFO, além de ter um dos melhores solos que Schenker fez para a banda, e uma letra fortíssima tratando sobre a violência nas ruas, demostrando que Mogg, além de um ótimo frontman e cantor, é um grande letrista.
A Fool In Love é a terceira faixa do lado B, mantendo o clima de pancada das duas primeiras. É a única música do álbum que não foi composta pelo UFO, sendo Frankie Miller e Andy Fraser seus autores. Martian Landscape finaliza o álbum. Uma belíssima balada composta por Andy Peyronel, Phil Mogg e Andy Parker. Com uma letra utópica e cheia de esperança, deixa uma sensação mais altruísta no término do álbum.
No Heavy Petting é um dos maiores clássicos do UFO. Um disco forte, inteiramente forte, tanto nas suas composições e letras como na produção. É um legado para o Heavy Metal. Um belíssimo clássico desta banda que é considerada o Rolls Royce do Metal.

Por Lúcio Amaral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...